Congresso Aprova Teto de R$ 5.578 em 2017

A aprovação do  Orçamento da União para 2017 no Congresso Nacional definiu também o reajuste do valor máximo de pagamento dos benefícios previdenciários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Para o próximo ano, o teto será de R$ 5.578. Atualmente, este valor é de R$ 5.189,82. O reajuste de 7,48% segue o mesmo índice do salário mínimo nacional que foi reajustado dos atuais R$ 880 para R$ 945,80, que entra em vigor no dia 1º de janeiro. O teto de pagamento do INSS vale de limite no cálculo das aposentadorias (por idade, tempo de contribuição ou invalidez), pensões por morte e benefícios temporários, como salário-maternidade e auxílio-doença. O cálculo do valor dos benefícios previdenciários leva em conta a média atualizada pela inflação dos 80% maiores salários de contribuições do trabalhador recolhidos desde julho de 1992.
 Na prática funciona assim: no pedido do benefício, o INSS avalia e atualiza todos os valores sobre os quais o trabalhador contribuiu e descarta o equivalente a 20% do total. Sobre o restante, o volume das 80% maiores contribuições, é feita a média sobre o total de meses contribuídos. Este valor resultante é o benefício, desde que não ultrapasse o teto.
O Orçamento aprovado pelos congressistas para o próximo ano também fez projeções dos gastos e dos limites para o INSS até 2019. Desse modo, em 2018 o teto deve ser de R$ 5.913,23 e em 2019 será de R$ 6.294,63. Ou seja, nos próximos anos, o teto deve ter uma elevação de R$ 1.104,81. Veja a matéria sobre o Aumento do Salário Mínimo. Fonte: R7 Notícias.
Tags :
Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com nossa equipe de especialistas

Esclareça todas suas dúvidas relacionadas à aposentadoria com um especialista no WhatsApp.

Categorias

Você precisa planejar, revisar ou realizar cálculos periciais para aposentadoria?

Temos uma equipe de especialistas prontos para ajudar você.

Outras Notícias

Disponibilizamos gratuitamente para você as principais notícias sobre Direito Previdenciário. Veja alguns destaques:

LOAS – CadÚnico

Desde o Decreto nº 8.805/2016, é necessário estar cadastrado no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico para ter direito aos benefícios

Continue lendo »
×