O INSS está desenvolvendo uma operação pente-fino que já cancelou 423 mil benefícios que não se encaixavam nas normas.

Os benefícios revisados e cancelados são aposentadoria por invalidez e auxílio-doença.

Antes de se preocupar se você obedece os requisitos do INSS e se sua situação está regular, dê uma olhada em quem está isento da revisão:

  • Aqueles acima de 60 anos
  • Aqueles com mais de 55 anos e que já tiveram o a aposentadoria por invalidez ou o auxílio doença concedidos a mais de 15 anos.
  • Aqueles que não se encaixam nas categorias acima mas fizeram alguma perícia a menos de dois anos.

 

Agora, se você não está nesses grupos acima, vamos dar algumas dicas para você se preparar para uma possível revisão. Lembrando que essas dicas de nenhum modo tentam “enganar” o INSS, mas que você esteja atento e não perca, por desatenção ou falta de informação, algo a que tem direito.

A primeira dica para não ter sua aposentadoria cancelada é: você receberá uma notificação do INSS sobre sua revisão, pedindo que marque sua perícia. Agende sua consulta em até cinco dias. Aqueles que não forem à revisão tem o benefício automaticamente suspenso, independente de qual for.

O agendamento é feito pelo telefone 135.

 

Não deixe de comparecer à consulta

Caso não possa ir, é necessário que alguém autorizado através de procuração justifique a ausência e remarque a perícia. Se o segurado faltar sem justificar, o benefício é suspenso até uma nova perícia que constate sua adequação ao benefício.

 

Mantenha seus dados atualizados

Muitas pessoas esquecem de manter dados importantes, como endereço e telefone, atualizados na previdência social. A notificação sobre a revisão é feita por cartar, enviado ao endereço, por isso é essencial não esquecer de atualiza-los. Caso você perca benefícios por causa disso, é possível tentar agendar, numa Agência da Previdência, uma perícia para reavê-los.

 

Tenha seus documentos completos e em dia

Um dos detalhes mais importantes quando estamos tratando desses processos é ter os documentos corretos, completos e atualizados.

Nesses casos, é imprescindível ter os documentos pessoais (RG,CPF) e todos que comprovem a incapacidade para o trabalho: laudos médicos, atestados, exames,etc.

 

Ficou com alguma dúvida? Fale com a gente! Semana que vem vamos voltar a falar disso, te dando dicas específicas para a revisão se você tem aposentadoria por invalidez.