(41) 3053-5005 contato@previcalc.com
Cumprimento de Sentença novo CPC

CUMPRIMENTO DE SENTENÇA Novo CPC

Qual a Importância do Cálculo de Cumprimento de Sentença Novo CPC em Fase de Execução?

É nesse momento (Cumprimento de Sentença Novo CPC) que serão discutidos os valores realmente devidos. O juiz já julgou o mérito, mas existem várias situações contábeis que devem ser analisadas no momento da execução, que interferem em muito nos valores apresentados.

ENVIE AGORA MESMO

No Plano de Assinatura, você tem valores diferenciados. Saiba mais.

De quem é a responsabilidade de apresentar os Cálculo?

O CPC  antigo já deixava claro que é responsabilidade da parte que ajuíza o processo, apresentar o valor que considera devido. No momento da execução de sentença era facultada a parte a apresentar os cálculos. Agora, O NCPC nos revela que essa obrigação é do Exequente:

Art. 534.  No cumprimento de sentença que impuser à Fazenda Pública o dever de pagar quantia certa, o exequente apresentará demonstrativo discriminado e atualizado do crédito contendo:

O nome completo e o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas ou no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica do exequente;

O índice de correção monetária adotado;

Os juros aplicados e as respectivas taxas;

O termo inicial e o termo final dos juros e da correção monetária utilizados;

A periodicidade da capitalização dos juros, se for o caso;

A especificação dos eventuais descontos obrigatórios realizados.

Execução Invertida:

Mesmo sendo responsabilidade da parte autora a apresentação dos cálculos, o  INSS ainda pode apresentar a
execução invertida. No antigo CPC, após o trânsito em julgado da decisão, o juiz intimava o INSS para apresentar os cálculos. Na maioria dos casos as partes aceitavam estes valores apresentados, esse sistema acabou por ser denominado de “Execução Invertida.”

A desvantagem de aceitar a Execução invertida, é que o INSS é parte ré no processo, devedora. Não é prudente, no momento da execução, aceitar os cálculos de quem deve. É lógico que sempre que puder, a autarquia irá propor o menor valor possível. A contadoria serve apenas para dirimir dúvidas.

Além disso, nos últimos meses, o INSS tem se recusado a apresentar os cálculos em diversos processos, tendo em vista que não é obrigação da parte ré de o fazer. Inclusive esta questão está sendo discutida no STF, e a autarquia tem pedido sobrestamento de muitos processos por conta do RE 702.780 a ser julgado.

Vemos neste processo todo, que a parte autora tem sido prejudicada, por não apresentar o cálculo de Execução.

Quando solicitado ao INSS que apresente, ou receberá um cálculo menor do que devido, ou terá o processo de execução sobrestado, atrasando assim o recebimento de um direito já garantido. E quando a parte apresenta os cálculos no momento do Cumprimento de Sentença novo CPC, o INSS será intimado, para se manifestar. Havendo concordância ou inércia por parte da autarquia, o juiz determinará a expedição do Precatório/RPV, conforme artigo 535.

Caso o INSS faça a impugnação dos cálculos apresentados, deverá apresentar o valor que acha correto.

Nesse momento a parte exequente, poderá concordar com o valor apresentado pelo INSS, e solicitar a expedição do RPV/Precatório, e continuar discutindo a parte, o valor controverso.

O prazo de entrega também é reduzido. Em até 07 dias, a contar do pagamento e do envio dos documentos.

NÃO DEIXE DE NOS ENVIAR SEUS CASOS PARA CÁLCULO

FALE COM NOSSOS ESPECIALISTAS

 

Previcalc | Cálculos Previdenciários, Rua Rio Grande do Sul, 1550 - Guaíra, Curitiba, Paraná 80630-090, Brazil - Phone: (41) 3053-5005 Secondary phone: (41) 3270-7777 Email: contato@previcalc.com URL:
Cumprimento de Sentença Novo CPC
5 (100%) 48 votes